ETA compacta enterrada

ETA compacta enterrada

O sistema de tratamento biológico de efluentes realizado através de uma ETA compacta enterrada permite as empresas a realizar toda a despoluição e o reaproveitamento das águas dos efluentes, estes que atendem pequenas vazões com uma boa economia de espaço inclusive. O processo de despoluição da água segue uma série de etapas dentro da ETA compacta enterrada para a retirada de compostos orgânicos e inorgânicos, estes que geram uma poluição severa do meio ambiente como por exemplo os rios, os lagos, o mar, e os lençóis freáticos.

Quais são os principais compostos poluentes tratados através de uma ETA compacta enterrada

Saiba que dentro de uma ETA compacta enterrada

É possível se tratar uma série de materiais orgânicos, entre eles tudo o que tiver material orgânico com a presença de carbono em sua estrutura, o que é o principal causador da falta de oxigênio nos organismos subaquáticos. O material orgânico com a presença de nitrogênio e fósforo acabam facilitando um desenvolvimento de algas verdes que são responsáveis por uma ação de aparências dos corpos de água e de portabilidade também.

Dentro da ETA compacta enterrada é feito um tratamento de oxidação através do carbono orgânico, este que é transformado em gás carbônico com amônia, em Nitrogênio gasoso, ambos que liberam poluição para a atmosfera. Um outro problema resultante da poluição são os microorganismos que podem gerar epidemias, para este tipo de tratamento específico devemos empregar o cloro ou ainda os sistemas de radiação através de ultravioleta.

Saiba um pouco mais sobre as etapas de despoluição da ETA compacta enterrada

Todo o sistema existente de tratamento de água deverá incluir um pré tratamento, este que é feito através de uma grade, caixas de areia, caixas de gordura, fossa séptica e também peneiras ou flotações. Geralmente a sequência do sistema, se for aeróbico, vem com a câmera de aeração e digestão.

Uma ETA compacta enterrada precisa sempre que possível um fornecimento de oxigênio para permitir um desenvolvimento dos organismos aeróbicos e a sua decantação posterior para o tratamento. E na sequência a água, que poderá ser desinfetada por cloração ou radiação UV e deve ser reutilizada ou lançada através do meio ambiente.

Related Posts

Tratamento químico da água

Facebook Twitter Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr WhatsAppTratamento químico da água Logo em seguida você irá contar…

Estação de tratamento de água ETA

Facebook Twitter Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr WhatsAppEstação de tratamento de água ETA Saiba logo em seguida como…

Escreva um comentário