Tratamento físico químico de efluentes

Tratamento físico químico de efluentes

Todo o processo de tratamento físico químico de efluentes faz parte de um processo de digestão de ordem biológica, e consiste em uma redução de cargas poluidoras de DBO e DQO, estas que são contidas em efluentes de origem sanitária.

Todo o passo a passo realizado no sistema de tratamento físico químico de efluentes nada mais é do que a obtenção de lodo anaeróbico ou lodo ativado, além dos efluentes tratados com baixa carga de DBO ou de DO que atendendo a todos os parâmetros legais de emissão poderão ser descartados em um corpo receptor, ou ainda utilizados como a água de reuso.

Como parte do sistema de tratamento físico químico de efluentes também podemos citar as taxas de reação, estas que estão relacionadas com a concentração de reagentes, os estados particulares de reagentes, bem como estados físicos, a temperatura, a elasticidade e a luz fazem parte de todo o processo de tratamentos e produtos de reação.

Das propriedades de soluções do tratamento físico químico dos efluentes

Todas as reações químicas são onde ocorrem toda a transferência dos elétrons entre as duas espécies químicas.

Os tratamentos são utilizados basicamente para controlar os poluentes não removidos por processos biológicos convencionais, além de fazer o tratamento de água potável de estações de tratamento de água as ETAs e ainda reduzir as cargas orgânicas precedendo os tratamentos biológicos diminuindo todo o dimensionamento das ETES.

Em seu processo, o misturador hidráulico deverá receber os produtos químicos e começa todo o processo de coagulação, depois desta dosagem uma mistura de produtos químicos com água são adicionados ao misturador hidráulico, a partir disto a água é enviada para os flocos decantadores e por gravidade ocorre o processo de floculação e de decantação tudo ocorre através do tratamento físico químico de efluentes.

Os produtos químicos como coagulantes e auxiliares de floculação, como sulfato de alumínio, a cal hidratada ou virgem, gesso, reguladores de ph e de alcalinidade também são utilizados.

Todos os tratamentos físico químico de efluentes promovidos por uma estação de tratamento transforma uma água de lago por exemplo em água potável, mas não para o consumo, mas sim para utilizar na indústria de papel e têxtil.

Escreva um comentário